Paraty, RJ: O que fazer, onde ficar e quanto custa

Cercada por uma arquitetura colonial que se mantém intacta desde os séculos 18 e 19, Paraty é um destino histórico imperdível, localizado a mais ou menos 240 km da capital do Rio de Janeiro. Além de ser considerada um Patrimônio Histórico Nacional, a cidade também conta com muita natureza, praias, ilhas e cachoeiras. E o melhor: Além de ser um destino incrível, sua viagem pode ser bem acessível, mesmo que você esteja com pouco dinheiro.

Abaixo, você irá descobrir quais são os melhores passeios em Paraty, onde se hospedar, e quais são os preços das principais atrações e hospedagens. Confira!

Salve esta imagem no Pinterest para conferir as dicas depois

O que fazer em Paraty

1. Conhecer o Centro Histórico

O Centro Histórico de Paraty é basicamente um museu a céu aberto. Com uma arquitetura colonial preservada, essa área conta com igrejas, casarões e canhões originados dos séculos 18 e 19, período do Brasil Colonial. Entre suas principais construções está a Igreja de Santa Rita – um dos cartões-postais da cidade – construída em 1722.

Restaurantes, bares, cafés, cachaçarias, lojinhas de artesanatos, museus… Seja aonde você for, encontrará construções bem antigas e charmosas, localizadas sobre ruas de pedra, a poucos metros do mar.

O Centro Histórico em si já é uma atração, uma vez que mantém a história do Brasil Colonial preservada. A cidade era um importante centro econômico, que servia como porto para a embarcação do ouro e das pedras preciosas para Portugal.

Uma opção para conhecer a história de Paraty afundo é fechar uma city tour com alguma agência local – são muitas opções disponíveis no centro da cidade. É possível encontrar passeios guiados por até R$30, mas também poderá encontrar opções de free walk tours (modalidade em que você conhece a cidade de graça), considerando, se puder, pagar uma gorjeta ao guia turístico.

2. Fazer um passeio de escuna

A maneira mais rápida e confortável para entrar em contato com as praias de Paraty é através do passeio de escuna. Diretamente em seu cais de turismo você encontra diversas opções de escunas disponíveis para contratar na hora. Mas, caso prefira algo mais personalizado, poderá visitar alguma das agências de turismo localizadas no centro e fechar um passeio para você ou seu grupo.

O preço de um passeio de escuna pela baía de Paraty pode variar bastante, mas costuma ser acessível: uma média entre R$50 e R$90 para uma jornada de até 5 horas, com paradas para banho e opções de aluguel de snorkel. O itinerário depende da empresa, mas entre os pontos mais visitados estão a Ilha Comprida, Lagoa Azul, Praia Vermelha, Praia da Lula e Praia da Conceição.

Com águas calmas e cristalinas, que variam entre diferentes tons de verde-esmeralda, o mar de Paraty costuma ser bem convidativo para quem deseja praticar flutuação (snorkel) e nadar com os peixes.

Normalmente, as escunas recebem vários turistas de uma vez, tocam música e oferecem opções de bebida e almoço. Se você prefere algo mais particular, também existem escunas menores e mais reservadas. Vale a pena pesquisar qual é a melhor escuna para você antes de fazer a sua escolha!

3. Se aventurar pelas cachoeiras

A alguns quilômetros do centro da cidade, Paraty conta com quatro cachoeiras principais: Tobogã, Pedra Branca, Poço do Tarzan e Poço do Inglês.

É possível ter acesso de carro, mas caso prefira evitar as estradas de terra, poderá optar por um passeio guiado através das agências de turismo locais – que realizam o passeio em um veículo 4×4. O passeio com a agência Terravista, por exemplo, custa em média R$89, incluindo as quatro cachoeiras e um passeio por alambiques – com degustação de cachaças.

4. Degustar diferentes sabores de cachaças

E por falar em cachaça… Paraty é um destino bem conhecido por suas cachaças artesanais, uma vez que a bebida faz parte de sua história desde o período do Ciclo da Cana-de-açúcar. Conforme mencionado no início do post, entre os atrativos do centro histórico estão as cachaçarias, com diversas opções de sabores – dos mais leves e adocicadas até os mais fortes.

Mas, além das opções de cachaçarias no Centro Histórico, Paraty conta com sete alambiques (áreas de produção das cachaças artesanais), uma maneira diferenciada para você conhecer as tradicionais bebidas da cidade, degustá-las e levar algumas para casa!

Uma das cachaças mais conhecidas – que é muito saborosa, por sinal – chama-se Gabriela, com sabor de cravo e canela, produzida no alambique de Paratiana, a mais ou menos 7,5 km do centro.

Alambique em Paraty | Créditos: www.vaiparaty.com.br/

Essa famosa tradição da cidade, que já teve a cachaça como moeda de troca no século 18, deu origem ao Festival da Cachaça, também conhecida como Festival da Pinga; um evento cultural realizado todos os anos desde 1982.

5. Visitar a Vila de Trindade

Localizada a 30 km de Paraty, Trindade é uma bela vila de pescadores, conhecida por suas lindas praias e piscinas naturais. Por estar tão perto de Paraty, o local é muito visitado por quem está hospedado na cidade e quer passar o dia tomando sol na praia e um banho de mar, sem precisar pegar um barco para isso. Com águas cristalinas e cenários paradisíacos, as praias do Cepilho, dos Ranchos, do Meio, do Cachadaço e a piscina natural do Cachadaço costumam ser as mais visitadas.

Para chegar até Trindade de carro é preciso pegar a Estrada de Trindade, depois de sair da Rodovia Rio-Santos. Através de algumas trilhas, poderá ter acesso às principais praias da vila.

No entanto, caso prefira (ou não tenha acesso a um carro), poderá contratar um guia turístico em uma das agências localizadas no centro de Paraty, como essa aqui, que oferece um passeio guiado pelas principais praias e trilhas por R$98.

Se você prefere uma maneira mais econômica para chegar até Trindade, também poderá pegar um ônibus desde Paraty. O trajeto é realizado pela empresa Colitur e os ônibus partem da Rodoviária de Paraty a cada uma hora – assim como retornam de Trindade a cada uma hora também. O preço de uma passagem custa em média R$5.

6. Explorar os arredores

Próximo à Paraty estão outras cidades e vilas incríveis, com cenários paradisíacos e opções de campings para quem quer se aventurar em uma viagem de ecoturismo.

A Praia do Sono, por exemplo, fica próxima à Vila de Trindade e conta com diversas opções de praias com águas cristalinas, trilhas e cachoeiras.

Outra opção para quem tiver um tempo a mais na cidade de Paraty e quiser explorar outros locais é o Pouso do Cajaíba, uma pequena vila de pescadores deserta, que ainda não é tão conhecida – justamente por isso, sua natureza é bem preservada e o destino é perfeito para quem procura por um passeio mais tranquilo, longe de qualquer tipo de agito.

A única maneira de chegar até Pouso do Cajaíba é de barco, levando em média 1h30 de viagem desde Paraty-Mirim.

Onde ficar em Paraty

Caso seja a sua primeira vez na cidade, o ideal seria se hospedar no Centro Histórico. Além da variedade de atrações, é por lá que os principais restaurantes, bares e lojas estão localizados, além da proximidade com o cais de Paraty, os supermercados e as agências de turismo.

Paraty conta com várias opções de hospedagens, para todos os gostos e bolsos! Tem hospedagem para quem gosta se aventurar em campings, se divertir em albergues, economizar em pousadas ou para quem prefere o conforto de um hotel mais luxuoso.

Por aqui, vou falar sobre as opções mais econômicas: No Booking é possível encontrar albergues com quartos compartilhados, localizados no centro, com avaliações muito boas, a partir de R$30 por pessoa/cama. Com os mesmos requisitos, uma diária em pousada pode ser encontrada a partir de R$120 por quarto.

E aí, sentiu vontade de visitar Paraty? Deixe o seu comentário se você conhece ou pretende conhecer essa cidade tão especial! Eu com certeza quero voltar!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: